• Juste Imóveis

Passo a passo da locação: tudo o que você precisa saber para uma negociação efetiva


Foto: freepik

Entenda a importância de cada etapa e evite erros comuns que podem arruinar essa negociação

Encontrou o imóvel dos sonhos e quer fazer uma proposta de locação? Calma! Antes de fazer isso, saiba que o processo de alugar uma casa ou um apartamento requer cuidados importantes para que todas as etapas ocorram da melhor maneira possível.

Para te ajudar nessa missão, fizemos esse passo a passo com dicas de cada fase e os erros mais comuns que você deve evitar. Acompanhe!


Entre em contato com a imobiliária

O ponto de partida é você procurar uma imobiliária de confiança. É comum ver pessoas que optam por fazer a negociação diretamente com o proprietário para se livrar de trâmites burocráticos e de despesas com comissões. Mas, essa vantagem inicial pode se converter em um problema no futuro.


Com o respaldo de uma imobiliária, você não correrá o risco de alugar um imóvel com um valor injusto ou, ainda, ser alvo de golpistas. Além disso, dificilmente saberá se o acordo com o locador foi feito em conformidade com a legislação.


Escolha o bairro onde deseja morar

Outro erro recorrente é o futuro inquilino se atentar unicamente ao valor do imóvel e não a sua localização. É claro que é importante que o valor do aluguel caiba no seu bolso, mas desconsiderar o bairro também pode lhe causar dor de cabeça.


Considere a sua rotina diária e suas principais necessidades. Quer algo mais perto do trabalho ou da escola das crianças? Prefere uma região mais comercial ou residencial? No médio prazo essas escolhas poderão ser cruciais para a sua qualidade de vida.


Identifique a sua condição financeira

Três suítes, piscina, vaga na garagem e tudo o que você mais deseja para o seu novo lar. O problema é que essa sua lista de desejos vai deixar o seu orçamento bastante apertado.


O recomendado é que o valor do aluguel não seja superior a 30% da renda mensal da família. Esse é o limite ideal para que você possa pagar as despesas da locação nos 30 meses do contrato.


Lembre-se que de acordo com a Lei do Inquilinato, a falta de pagamento pode resultar em despejo. No entanto, tais atrasos podem ser negociados e o aluguel atrasado reajustado com a multa estipulada no contrato.


Visite o imóvel

Já vimos casos em que o cliente decide fazer uma proposta sem ao menos visitar o imóvel. Aqui na Juste Imóveis sempre orientamos os futuros inquilinos a conferir de perto se aquela casa ou apartamento se adequa ao que ele procura. Essa também é uma forma de checar se seus móveis têm medidas compatíveis ou se terá que fazer adaptações. Isso vale, inclusive, para o espaço da garagem.


Defina a garantia de locação que mais se adequa ao seu perfil

As garantias de locação visam assegurar ao proprietário que o pagamento será realizado até o fim do contrato. Entre as mais usadas estão o fiador, o seguro fiança e a garantia de aluguel (caução). A escolha depende da preferência das partes (inquilino e locador) — ou do sistema de trabalho da imobiliária. Para entender as diferenças entre elas, veja esse post.

Nesse item, um dos erros mais recorrentes se dá na escolha do fiador, já que caso ele tenha alguma restrição, não será possível dar andamento no contrato de locação.


Faça uma proposta

Você está quase com a chave em mãos, mas acredita que uma proposta pode deixar a negociação ainda mais interessante? Não tem problema, já que essa é a hora de fazer isso.

A dica aqui é fazer uma proposta que você possa assumir e que não seja ofensiva ao proprietário (isso pode minar completamente a negociação). Não se esqueça que, geralmente, os proprietários possuem uma margem para isso.


Separe a documentação solicitada

Certifique-se de enviar para a imobiliária todos os documentos solicitados. A assinatura do contrato só poderá ser feita após a checagem de cada um deles. Quanto mais você demorar, mais tempo levará para liberar o imóvel — correndo o risco, inclusive, de ficar sem ele.


Leia com atenção o contrato

Esse é o documento no qual ficará registrado tudo o que ficou acertado entre as partes. Portanto, é indispensável que você o leia atentamente para se assegurar que está de acordo com as definições. Caso encontre algum trecho confuso ou que possa gerar diferentes interpretações, peça a revisão. A versão final do documento deve estar clara para ambas as partes e conter tudo o que é necessário para uma boa negociação.


Viu só como cada etapa é importante para que o seu sonho fique mais perto de se tornar realidade? Lembre-se que o sucesso da negociação também depende de você!

Desenvolvido por Mídia.Crawl © 2018.