• Juste Imóveis

Permuta de imóveis: como funciona e quais cuidados tomar


Foto: freepik

Saiba o que é a permuta de imóveis e quais cuidados tomar na hora de realizar esse tipo de transação imobiliária


Em tempos de crise financeira, as transações imobiliárias têm sofrido mudanças. Se já não é mais tão comum a compra de imóveis, especialmente devido ao investimento exigido, as pessoas ainda querem fugir do aluguel e adquirir algo seu. Nesse cenário, a permuta de imóveis tem se tornado uma opção mais viável.


Mas o que exatamente é uma permuta de imóveis? É importante ter certeza sobre o que ela é e permite, além de todos os cuidados necessários para sua realização. Então, acompanhe algumas dicas importantes que podem lhe ajudar a decidir pelo uso dessa modalidade imobiliária.


O que é uma permuta de imóveis

Prevista no artigo 533 do Código Civil Brasileiro, a permuta de imóveis, de início, parece ser bem simples. E por definição, realmente é. Se trata da simples troca de um imóvel por outro, que pode ou não ser do mesmo valor. Procedimento juridicamente seguro, é realizado por meio de escritura pública.


Exemplificando: se você tem uma casa no valor de R$ 300 mil e deseja realizar a permuta com um proprietário de um apartamento, de mesmo valor, basta constituir um contrato de permuta de imóveis.


Agora, e se os imóveis não tiverem o mesmo valor? Sem problema algum. Basta ser feita a torna — o pagamento da diferença dos valores. Por exemplo, se eu tenho um apartamento que vale R$ 500 mil e desejo uma casa no valor de R$ 600 mil, basta que além da permuta, realize o pagamento dessa diferença de R$ 100 mil. No caso de situação inversa, basta que o dono do imóvel de menor valor faça a torna equivalente.


Permuta de imóveis: bom para ambos os lados

A permuta de imóveis tem algumas vantagens que devem ser levadas em consideração. A primeira delas é a praticidade do processo, especialmente quando se tratar de imóveis de valor equivalente. Sem a necessidade de demais burocracias, o contrato de permuta resolve a questão — além da necessidade das escrituras, o que é primordial em qualquer tipo de transação imobiliária.


Outra vantagem, nesse caso, seria a isenção do Imposto de Renda, uma vez que entende-se que o valor do imóvel declarado não se alterou. Quando há necessidade da torna, pode haver tributação — de acordo com os valores totais do imóvel mais valor da compensação financeira.


Cuidados na hora de trocar seu imóvel

Antes de tudo, uma transação imobiliária exige alguns cuidados primordiais. É necessário visitar o imóvel, quantas vezes se fizer preciso. Conhecer suas condições lhe evitará futuras dores de cabeça.


Todo o cuidado com a documentação também é fundamental. Por isso, muitas pessoas decidem instituir uma terceira parte na negociação, configurada na figura de um consultor ou mesmo um corretor imobiliário. Quanto mais garantias houver, mais seguro será o negócio.


Também é necessário cuidado com os valores dos bens envolvidos na permuta. Também pensando nisso, é comum que ambas as partes envolvam uma imobiliária no procedimento


Agora que você conhece mais sobre a permuta de imóveis, já pode pensar em se utilizar dela. Se ainda lhe restaram dúvidas sobre o procedimento, ou se você tem interesse nesse procedimento, entre em contato com nossa equipe. Ela estará disponível para sanar suas dúvidas e prontamente lhe atender!

Desenvolvido por Mídia.Crawl © 2018.