• Juste Imóveis

É hora de adquirir seu imóvel: Caixa reduz taxa de juros


Foto: jcomp | freepik

Quem é que não faz planos para a chegada de um novo ano, não é mesmo? Se na sua lista de desejos está o sonho da casa própria, é bem provável que 2020 seja o ano de realizá-lo.

Isso porque a Caixa Econômica Federal reduziu – pela terceira vez só em 2019 – as taxas de juros cobradas no financiamento imobiliário com recursos do SBPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).


A taxa mínima do juro foi de 7,5% para 6,5% mais TR (Taxa Referencial, que atualmente está zerada) e a máxima recuou de 9,5% para 8,5% mais TR. A redução ocorre tanto nas linhas de crédito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) quanto nas do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI).


SFH

Voltado para financiamentos de imóveis de menor valor – de até R$ 1,5 milhão – e tem parte das unidades financiadas com recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).


SFI

Destinado a imóveis mais caros – mais de R$ 1,5 milhão –, sem possibilidade de uso do FGTS.


Na prática, a taxa mínima costuma ser restrita a poucos clientes, geralmente funcionários públicos que recebem o salário no banco. Os demais são contemplados com a taxa máxima, agora de 8,5% mais TR.


As novas condições já estão valendo para os novos contratos desde 6 de novembro e não valem para linhas de financiamento imobiliário que usam a inflação para correção – nesses casos, a taxa mínima é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) mais 2,95% ao ano e a máxima, o IPCA mais 4,95% ao ano.


Concorrência com bancos privados

Como já mencionado, a Caixa, que detém cerca de 70% do crédito habitacional do País, reduziu pela terceira vez as taxas de juros no financiamento imobiliário somente em 2019 como reação à iniciativa adotada por bancos privados.


O Itaú foi o primeiro a baixar sua taxa de 8,1% para 7,45% mais TR, seguido pelo Bradesco – de 8,2% para 7,3% ao ano mais TR.


E os velhos contratos?

Esse novo modelo de financiamento anunciado em vigor desde 6 de novembro está disponível somente para novos contratos. Os interessados podem financiar até 80% do valor de imóveis novos e usados, com prazo de até 360 meses, sendo que o valor da prestação é corrigido mensalmente e vai caindo com o tempo.


E é aí que você se pergunta: e quem já tem um financiamento imobiliário com a Caixa e outros bancos em vigência?


À princípio a redução é válida apenas para novos contratos, mas nada impede que possa haver uma negociação com o banco, inclusive para reduzir juros do saldo devedor. Inclusive, em junho, a Caixa anunciou um programa para renegociar contratos de financiamentos habitacionais para pessoas físicas.


Para quem tem linha de financiamento com outros bancos, a portabilidade é sempre uma opção. Ao transferir a dívida para outro banco, o consumidor pode conseguir reduzir o valor das parcelas, melhorar as condições do empréstimo e economizar dinheiro.


Como pode perceber, a competição por crédito imobiliário faz com que 2020 seja excelente para quem quer adquirir a casa própria. Nossos consultores têm experiência no mercado e podem te ajudar a definir se vale mais a pena comprar um imóvel novo ou construir, por exemplo. Venha para a Juste Imóveis que te ajudamos a fazer uma simulação!

Desenvolvido por Mídia.Crawl © 2018.